E ainda bem. Quer coisa mais insuportável que uma felicidade absurda? Não é por nada, mas a vida é cheia de problemas. E são exatamente eles que nos fazem valorizar os momentos bons. Tudo o que é demais, faz mal. Acredite: com a felicidade é a mesma coisa. Acontece que o ser humano está programado para estar insatisfeito. Por mais feliz que você fosse, ia acabar se acomodando. E então, toda essa felicidade genuína, que parece incrível hoje, seria completamente normal e sem graça amanhã. Nada demais.

Parece absurdo, mas isso se chama zona de conforto. E tudo aquilo que terá algum significado na sua vida está fora dela. Acredite ou não, o mundo está cheio de pessoas com medo de arriscar. Aliás, este é o problema da humanidade. O grande perigo do medo é que ele nos paralisa. Acontece que existem coisas únicas que nos tornam quem somos. Coisas que despertam nossa verdadeira essência. E coisas que, principalmente, demonstram para o mundo do que somos feitos. É exatamente nessas coisas que está a nossa felicidade. E, por isso, devemos ficar longe de tudo aquilo que nos tire o riso.

arte_2

Então, nesse caso, não se culpe por perceber que as pessoas nas redes sociais parecem tão mais felizes que você. Porque, não são fotos que vão definir quem você é, hashtags não vão eliminar os seus medos e likes, com certeza, não vão medir o quanto você é feliz. Tudo é temporário. Não é uma questão de ser, é estar. Então, você não pode esperar que as coisas se resolvam sozinhas. O que pode fazer é perdoar a si mesmo por tentar ser feliz nas horas ruins.

Existem três passos para a felicidade: aceitação, persistência e gratidão. Então, aceite o que você tem e o que você é. Depois, persista pelo o que você quer e ainda pretende ser. E, por fim, agradeça sempre que o dia começar e sempre que ele terminar. Na vida, os filtros podem ser transformados em otimismo. Acredite em você. Seja forte. E, principalmente, não se culpe por tentar ser feliz.

Anúncios