Depressão não é desculpa. Não é preguiça. Não é frescura. Pelo contrário, depressão é coisa séria. É luta. É persistência. E é uma batalha, diária, entre você e você. Precisamos falar de depressão para que as pessoas parem – de vez – de ridicularizar e ignorar a sua seriedade. Depressão é uma doença. Talvez venha a ser a do século. E isso é grave.

É preciso ter em mente que ninguém escolhe ter depressão. Ela acontece. E isso não é vitimismo. Tem algo mais devastador do que estar perdido dentro de si? É, não tem. Uma verdade triste dessa doença é que, quando se tem depressão, significa que a terá para sempre. Infelizmente, ela não tem cura. O fato é que a doença não resume quem você é. Você tem a depressão, você não é a depressão. A doença é apenas um estado. E esse é passageiro, acredite.

received_1170514023038034
Arte: Roberta Gerling Moro

Ter depressão não significa sentir apenas tristeza constante e interminável. É muito mais que isso. Depressão também significa sentir nada. Sem sentimentos, sem emoções, sem prazer e sem sentido. Essa doença, ordinária, faz a pessoa se sentir exatamente isso. Nada. Precisamos falar de depressão não só pelo preconceito, mas, também, pelo apoio a quem tem essa doença. Não existe imunidade contra a depressão. Ninguém está a salvo de tê-la. E, por isso, a empatia convém.

Para aqueles que sofrem com a doença, saibam que é completamente possível vencer a depressão. Lembre-se que você não precisa passar por tudo sozinho. Não precisa segurar o peso do mundo – do seu mundo – nas costas. E, muito menos, se envergonhar por algo que você se quer tem escolha. Você não está sozinho. Você é mais que isso. E, principalmente, você existe por uma razão. Faça valer a pena.

***

Artes da Crônica:

roberta_gerling_moro

Roberta Gerling Moro tem licenciatura em Artes Visuais. Sua paixão pela pintura começou aos 12 anos de idade. Estudou pintura e desenho com as artistas Cristina Daudt e Elisabete Belotto. Aos 16 anos participou da sua primeira exposição coletiva. Com afinidade no expressionismo, costuma retratar em suas artes o universo que a cerca. Hoje, ela é mestranda no programa de pós-graduação em Educação da Ulbra, em Canoas (RS). Sua pesquisa aborda, principalmente, os estudos em Literatura Digital Infantil, Livro de Imagem, Estudos Culturais e Cibercultura.

Para fazer uma amizade com Roberta ♥: Facebook 

Para conferir os seus trabalhos ♥: Blog

 

Anúncios